domingo, janeiro 9

De 54 a 2002 em dois minutos ! \o/

O comercial da folha, com clima de fofoca de novela uma abordagem atípica vai nos levar a um tour pelos presidentes de 1954 a 2002 e eu vou dar uns pitacos comentários [in]úteis pelos próximos dois posts.

video

ps.: Tudo que será dito é verdade. Até as coisas mais absurdas (tenha medo!).
A seguir um pouco mais sobre os presidentes mencionados no vídeo. Ou não.

>>Gorverno Café-Filho: aquele que não fez nada legal.

>>Governo Juscelino Kubitschek: o JK pros que não sabem escrever o nome mais íntimos.
O que ele fez:

1- Prometeu construir Brasília e pra cumprir o prazo mandou até avião carregar tijolo.
2-Construiu uma nova capital.
3-Fundou uma capital nova no meio do nada! (Não gente, eu não to falando do acre ¬¬').
4-Tirou nossa capital do Rio e colocou no meio do mato, quer dizer, nem mato tinha lá. (Não é o acre, quantas vezes eu tenho que repetir?)
5-Aumentou a dívida externa e tentou desenvolver 50 anos em 5 (o que não é tão legal quanto construir uma capital).
6-Ganhou uma minissérie na globo, o que é QUASE tão legal quanto criar uma capital.

>>Jânio Quadros: um presidente, muitas piadas.
O que ele não fez:

1- Ficou oito meses no poder porque quem não aguenta bebe leite renunciou.
2- Prometeu acabar com a corrupção, diminuir a inflação e andar com sanduíches de mortadela no bolso.
3-Promessa é dívida e, no nosso caso, foi a dívida externa que, por sinal, aumentou a inflação, fez cair a moeda e congelar o salário (dívida externa sua danadinha!)
4- Proibius biquinis, proibiu sexo, dorgas e rock'n roll. Tá, digamos apenas que ele proibiu muita coisa.
5- Onde está o Jâniiiiio ? Na parede, oras! (Se você pretendia parar de ler essa chatice, a hora é agora).


  >>João Goulart:  o Jango.
O que ele fez:
1- Aos trancos e barrancos tornou-se presidente, pois ninguém ministros&militares queria (ele era meio comunista, sabe com é). Maaaas se não tem tu, vai tu mesmo.
2-Tentou fazer uma tal de "Reformas de Base". Só umas coisinhas, nada muito elevado. Por exemplo, mexer no campo, na cidade, nos impostos, no congresso, na educação, no trabalho, na economia e por aí vai ... coisa pouca. 
3-Ah, não fez nada de bom e as reformas nem foram aprovadas. Cansei de brincar com ele.




Nenhum comentário:

Postar um comentário